Assessoria Técnica

Para fornecer aos produtores que buscam manter sistemas de pecuária sustentável, baseada em campo nativo, um apoio técnico a Alianza del Pastizal utiliza diversos meios de difusão de conhecimento, para que maior número de produtores tenham acesso e possam colocar em prática boas práticas de manejo em suas propriedades.

Nossa equipe técnica realiza palestras de divulgação e de cunho técnico em todo estado, em universidades, expofeiras e eventos pontuais, reúne produtores para encontros a campo e via grupo de WhatsApp para que estabeleçam trocas de experiências e conhecimento de forma regionalizada (Grupos de Produtores Alianza), realiza assessoria individual a produtores, seja com visitas técnicas a campo ou acompanhamento e orientação para projetos de financiamento bancário.

Outras ações de difusão de conhecimento são os materiais gerados em parceria, como a feita com o Grupo de Pesquisa em Ecologia do Pastejo (GPEP) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul para o lançamento da versão impressa do Boletim do Nativão e, mais recentemente, da parceria com a Embrapa para o lançamento de um Guia Prático de Combate ao Annoni. Além de materiais a Alianza possui três Unidades Demonstrativas, onde são realizados dias de campo para o público em geral.

Propriedades privadas funcionando como pólo de difusão de boas práticas

Foram instaladas três unidades demonstrativas da Alianza del Pastizal, para demonstrar como é possível incrementar a produtividade com mínima agressão ao campo nativo, através da correção do solo e sobressemeadura de espécies hibernais.

#UD São Crispim (Lavras do Sul)

Propriedade trabalha com ciclo completo, com experiência de 20 anos com campo nativo melhorado. Foi instalada uma nova área com azevém para servir de exemplo e ser comparado os resultados entre primeiro ano de um campo nativo melhorado com áreas já consolidadas.

#UD Saltamontes (Piratini)

Propriedade trabalha com sistema de cria em uma região onde a vegetação nativa é mais densa e a mata tende a avançar sobre os campos. Foi instalada uma área de campo nativo melhorado com azevém e realizado dia de campo para produtores da região que possuem características de pecuária familiar.

#UD Cerro dos Porongos (Alegrete)

A propriedade trabalha com sistema de cria na região da Serra do Caverá e possuía uma área de campo nativo melhorado degradada e subutilizada. Foi feita uma adubação de primavera na área em faixas para observar os resultados de diferentes adubações nessa época em áreas com azevém.

Área de campo nativo melhorado em 22 de agosto.
Área de campo nativo melhorado em 22 de agosto.
Área de campo nativo melhorado em 22 de agosto.
Área de campo nativo melhorado em 22 de agosto.
Adubação realizada em 02 de setembro em faixas (300, 0 e 150kg de NPK 27.27.00)
Adubação realizada em 02 de setembro em faixas (300, 0 e 150kg de NPK 27.27.00)
Visualização das faixas de adubação após 25 dias. Embaixo a faixa de maior adubação, ao centro (amarelado) faixa que não teve adubação e ao fundo faixa com 150kg de 27.27.00.
Visualização das faixas de adubação após 25 dias. Embaixo a faixa de maior adubação, ao centro (amarelado) faixa que não teve adubação e ao fundo faixa com 150kg de 27.27.00.
Fotógrafia tirada da faixa sem adubação (apenas diferimento de 25 dias) e ao fundo a faixa (mais verde) com 300kg de NPK 27.27.00.
Fotógrafia tirada da faixa sem adubação (apenas diferimento de 25 dias) e ao fundo a faixa (mais verde) com 300kg de NPK 27.27.00.
Campo nativo melhorado 22 dias após adubação e diferimento.
Campo nativo melhorado 22 dias após adubação e diferimento.