Produtores e ambientalistas criam aliança em defesa da pecuária sustentável no Pampa

Aliança Internacional em Defesa do Pampa

Produtores e ambientalistas criam aliança em defesa da pecuária sustentável no Pampa

Alianza del Pastizal divulgou relatório de atividades do ano de 2018 apontando avanços na promoção da pecuária sustentável no Pampa

A pecuária pode salvar o Pampa. É o que acreditam organizações ambientais e produtores rurais membros da Alianza del Pastizal, criada em 2006 para promover projetos de conservação da biodiversidade aliada à produção pecuária nos campos sulinos. A Alianza divulgou hoje relatório de atividades que apontam os avanços na região.

Localizado no Rio Grande do Sul até a Argentina, Paraguai e Uruguai, o bioma Pampa está ameaçado pelo uso intensivo das terras pela agricultura, invasão de espécies exóticas e o uso indevido de pesticidas. Por isso a Alianza pretende resgatar a prática da pecuária em campos nativos que durante muitos séculos garantiu a conservação da biodiversidade da região.

Davi Teixeira, coordenador do Programa no Brasil acredita que “a Alianza enxergou um caminho, que tanto para produtores como para ambientalistas, é viável”.

Com a consolidação da rede durante o ano de 2018 foi possível organizar as demandas dos produtores para a criação de metodologias e grupos de trabalhos que irão promover capacitações e assessoria técnicas, além de um programa de facilitação de acesso a créditos em linhas de investimentos de longo prazo com subsídios para membros. A iniciativa trabalha em toda a cadeia produtiva garantindo a viabilidade econômica da produção sustentável.

Para garantir a venda e a valorização da produção sustentável foi criada o Remate Oficial reunindo parceiros comerciais, da indústria e do varejo. Dessa forma os produtores podem assegurar que seus produtos serão diferenciados no mercado. Durante evento em abril, em Lavras do Sul, em menos de duas horas 1.025 animais foram comercializados gerando um faturamento de quase R$1,5 milhão para os membros da Alianza del Pastizal.

Um programa de certificação também foi consolidado permitindo melhor preço-base na negociação da venda e facilidade de entrada na escala de abate em picos de oferta junto ao frigorífico.  Além disso, o parceiro Marfrig passou a auxiliar no custeio do processo de certificação em nível fazenda e em nível indústria, até então subsidiado integralmente pela Alianza del Pastizal através de seus parceiros SAVE Brasil/Birdlife International.

A iniciativa é liderada pela BirdLife International em conjunto com seus representantes SAVE Brasil, Aves Argentinas, Guyra Paraguay e Aves Uruguay.

Sobre o Pampa:

O Pampa é um bioma com características biológicas, culturais e econômicas únicas.  Formado por grandes extensões de campos naturais que vão do sul do Rio Grande do Sul até a Argentina, Paraguai e Uruguai, abriga 12 espécies de aves globalmente ameaçadas de extinção como é o caso do veste-amarela (Xanthopsar flavus), dos caboclinhos (Sporophila palustris) e (Sporophila cinnamomea) e da noivinha-de-rabo-preto (Xolmis dominicanus).

Sobre a Alianza

A Alianza del Pastizal é uma iniciativa liderada pela BirdLife International em conjunto com seus representantes SAVE Brasil, Aves Argentinas, Guyra Paraguay e Aves Uruguay. As ações têm por objetivo integrar o desenvolvimento do Pampa com a conservação da biodiversidade, por meio da promoção de técnicas de manejo favoráveis ao meio ambiente.

::Acesse aqui o relatório::

 

Contatos:

Davi Teixeira: (51) 99956-6677

About the author

Comments

  1. Parabéns. Tenho certeza que será um grande programa e fortalecerá o bioma Pampa, segundo mais ameaçado do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *